Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2014

Da pontuação

A trepar lentamente os parênteses, encarando o mundo habitado sobretudo por pontos finais e vírgulas, que não oferecem qualquer resguardo. Sinais tão importantes quanto traiçoeiros. E é assim.

O melhor tema do melhor álbum de rock de 2013

Imagem

A volta

«Descansa», insistia, mas ele vivia demasiado cansado para o descanso. Cansado do passado — e do futuro também. «Às vezes penso que se descansar, tudo acabará.» «E não estarás já acabado?» «O que acaba não volta.» «Suponho que tenhas razão, desculpa.» «Não há volta.» «Não, na verdade não há volta, admito.» «A não ser ao começo?» «Sim, ao começo, concedo.» «Descansarei, então, apesar de muito cansado.» «Se conseguires, avisa-me.» «Se conseguir, não te avisarei. Se não conseguir, tão-pouco.»  «Está bem.» «Em qualquer dos casos, não me acordes.»

O humor em paisagem de tragédia

Imagem
Passou algo despercebido na voracidade editorial deste país, mas é mais do que merecedor de um lugar cimeiro em qualquer estante. Brilhante.


Tradução: Rosa Amorim Edição: Bertrand

Sensatez

Porque às vezes é preciso dizer adeus devagar.

A vida de um tradutor

Definiu-ma um amigo e colega de profissão: «Passar a vida enfiado no buraco para conseguir pagar o buraco.» 
Bem vistas as coisas, pouco mais acrescentaria. Salvam-nos os (escassos) momentos do maravilhamento da descoberta.

Isto sim, é uma série

Imagem

O tédio não admite mentiras

Os que me preocupam são aqueles que não sabem lidar com o tédio, procurando aniquilá-lo ocupando-se de tarefas que lhes escapam por entre os dedos como enguias.

Sick, sick, sick

Imagem

September rain

September has poisonous showers, people wander the streets as if drugged by the unknown drug of a time yet to know, people commit hideous crimes inside their homes, people sleep dreadful insomnias, wake up from their awaking state and again wander the streets as if drugged by the unknown drug of a time to know. «Fitter, happier, more productive». Who wants to fall asleep now?

Um axioma certeiro

«Repito: as coisas que te esgotam são também as coisas que te alimentam o talento
Philip Roth, Os Factos Tradução: Francisco Agarez Edição: D. Quixote